20% dos jovens italianos são contra os imigrantes

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 27 de junho de 2003 as 15:08, por: cdb

Um em cada cinco jovens italianos e não aprova a presença no país de pessoas e grupos de culturas, raças e religiões diferentes da sua. Este é um dos resultados de um pesquisa da Universidade La Sapienza de Roma.

Na pesquisa foram entrevistados 2.200 jovens de 14 a 18 anos, que estudam ou trabalham, escolhidos aleatoriamente nos cadastros de 110 cidades italianas.

Mais da metade dos jovens italianos, 50,9%, acreditam que os imigrantes “estimulam a prostituição”.

Outros estereótipos também estão bem difundidos: 47,8% pensam que os estrangeiros tornam a vida nas cidades menos segura e 46,5% afirmam que “se continuar assim, eles serão mais do que nós”.

A pesquisa “O Racismo na Itália” foi conduzida pelo Departamento de Investigação Social e Metodologia Sociológica da Universidade La Sapienza de Roma e financiada pela União das Comunidades Judias.