14 carretas impedidas de entrar no Paraná levavam soja transgênica

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 23 de outubro de 2003 as 21:33, por: cdb

Teste de transgenia em amostras de soja realizado nesta quinta-feira no posto de fiscalização de Jacarezinho, divisa do Paraná com São Paulo, deu positivo em 14 das 40 carretas vindas do Mato Grosso do Sul.

Os exames estão sendo feitos por técnicos da Secretaria da Agricultura. Já os testes realizados com a carga de caminhões em Guaíra, deram negativo para soja transgênica e os veículos foram liberados.

Segundo o vice-governador e secretário de Agricultura, Orlando Pessuti, com a agilização dos testes, até a próxima segunda-feira, quando deve ser sancionada a lei estadual que proíbe a comercialização, plantio e exportação de transgênicos pelo Porto de Paranaguá, a situação já estará totalmente normalizada no estado.

Desde que o governo do Paraná proibiu a entrada de soja transgênica , cerca de mil caminhoneiros foram barrados nos 28 postos de fiscalização na fronteira do Estado.

Já os caminhoneiros que transportam soja paraguaia para o Porto de Paranaguá ainda estão passando livremente pela fronteira.

A fiscalização é de responsabilidade do Ministério da Agricultura. Os tratados do Mercosul dispensam a apresentação de documentos que comprovem a origem da soja.