“A vacina contra a malária não foi resolvida”, diz pesquisador

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 26 de novembro de 2012 as 05:53, por: cdb

Luiz Hildebrando, cientista do Instituto de Pesquisas em Patologias Tropicais de Rondônia (Ipepatro), foi o entrevistado no Roda Viva do dia 19 de novembro. Ele falou sobre o controle da malária no Brasil e sobre a importância de uma reforma política para melhorar as condições de saúde pública no país.

Hoje ele ocupa o posto de um dos mais respeitados pesquisadores das doenças tropicais, mas o maior período de sua carreira de cientista se deu no Instituto Pasteur, na França. Já alguns anos em Rondônia, ele vem desenvolvendo pesquisas sobre a malária, uma doença que ainda é muito recorrente na Amazônia. Para Hildebrando, é um dos maiores problemas na região.

Segundo o pesquisador, é possível haver um controle da doença, no entanto é preciso uma mobilização maior da população, dos órgãos de saúde e do próprio governo. “Se nós tivemos uma boa organização de atendimento eu tenho certeza que os conhecimentos científicos permitiriam uma redução”, explica Hildebrando, que ressalta a necessidade uma decisão política para por em prática o trabalho de combate.

Fonte: TV Cultura

 

..